Month: March 2022

Estão abertas na Bahia, inscrições para capacitação na área da saúde

Estão abertas na Bahia, inscrições para capacitação na área da saúde – Mais de 2 mil profissionais do SUS serão capacitados entre 2011 e 2013.
O curso será oferecido gratuitamente na modalidade à distância.

A Escola de Administração da UFBA (EAUFBA), através de seu Núcleo de Extensão  e a Rede de Inovação e Aprendizagem em Gestão Hospitalar vão capacitar mais de 2 mil profissionais da rede de saúde pública (SUS), em todo estado da Bahia, através do curso de extensão em Gestão Hospitalar e Sistemas em Serviços de Saúde.


Oferecido gratuitamente, na modalidade à distância (EaD), o curso vai beneficiar gestores, administradores, assessores, coordenadores e técnicos das áreas assistenciais e administrativas, da rede direta, indireta e filantrópica, entre 2011 e 2013.

Estão abertas na Bahia, inscrições para capacitação na área da saúde



A capacitação será realizada de forma descentralizada em cinco etapas com duração de quatro meses cada, envolvendo as nove macrorregiões da Bahia. Cada etapa capacitará 405 alunos e será composta pelos módulos de Gestão de Pessoas, Gestão de Processos Clínicos e Operacionais, Gestão da Qualidade de Serviços em Saúde e Gestão da Informação, totalizando 160 horas de capacitação, sendo 128 na modalidade EAD (Educação à Distância) e 32 horas presenciais.

Estão abertas na Bahia, inscrições para capacitação na área da saúde

Inscrições abertas

A EAUFBA já está com inscrições abertas, até o dia 3 de junho, para as turmas das duas primeiras etapas do curso, que vão contemplar quatro macrorregiões: Leste, Centro-Leste, Sul e Sudoeste, tendo, respectivamente, Salvador, Feira de Santana, Ilhéus e Vitória da Conquista como municípios sedes. No total, essas duas etapas – que vão de julho a outubro e de outubro a fevereiro de 2012 – vão capacitar 810 profissionais.

Os interessados podem ter acesso ao Edital de seleção no portal da EAUFBA. É necessário preencher a ficha cadastro (anexo do Edital) e enviá-la, junto com a documentação exigida pelo documento, para a sede do NEA, no Vale do Canela ou através do correio.

Prefeitura reabre inscrições para contratações do SAMU em Salvador

Prefeitura reabre inscrições para contratações do SAMU em Salvador – Prazo foi prorrogado para o período de 25 a 27 de maio.
Os interessados devem fazer a inscrição no posto da Seplag.

A Prefeitura de Salvador reabriu as inscrições para contratação temporária de profissionais, visando preencher vagas no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) da capital.

O prazo havia se encerrado no último dia 12, mas foi prorrogado para o período de 25 a 27 de maio.

Prefeitura reabre inscrições para contratações do SAMU em Salvador

As oportunidades são para médico regulador, médico intervencionista, enfermeiro, técnico de enfermagem e condutor de veículo de emergência.

Os interessados devem fazer a inscrição no posto da Secretaria Municipal de Planejamento, Tecnologia e Gestão (Seplag), na Avenida Vale dos Barris, nº 125, das 8h às 13h.

A contratação será feita pelo processo seletivo simplificado do Regime Especial de Direito Administrativo (Reda).

São oferecidas 19 vagas para médico regulador; 46 para médico intervencionista; três para enfermeiro; 12 para técnico de enfermagem e 18 para condutor de veículo de emergência.

No ato da inscrição, o candidato deve apresentar os documentos solicitados no edital do Reda, que está disponível na página de concursos da Prefeitura, acessada no portal do servidor e no endereço eletrônico da Seplag.

Prefeitura reabre inscrições para contratações do SAMU em Salvador

Os médicos reguladores e intervencionistas vão cumprir jornada de 24 horas semanais, com salário de R$ 4.000,05. No caso dos enfermeiros, a remuneração é de R$ 2.789,33 (36 horas).

Para os técnicos de enfermagem será pago salário de R$ 1.078,77 (36h). Já os condutores de veículo de emergência receberão R$ 1.016,40 (36h), com jornada de trabalho em regime de plantão, de acordo com as necessidades do serviço.

O edital de reabertura das inscrições foi publicado pela Seplag nesta quinta-feira (19) e também pode ser consultado na página de concursos da Prefeitura. Para mais informações, o interessado deve entrar em contato com a Subcoordenadoria de Provisão, Carreira e Remuneração da Seplag através do telefone 2201-8017.

Criminosos explodem caixa eletrônico na Zona Norte de SP

Criminosos explodem caixa eletrônico na Zona Norte de SP – Gate foi chamado e isolou a área porque um dos artefatos não explodiu.
PM diz que assaltantes não levaram o dinheiro do caixa, que fica no Jaçanã.

Três criminosos explodiram na noite desta quinta-feira (19) um caixa eletrônico no Jaçanã, Zona Norte de São Paulo. De acordo com a Polícia Militar, agentes do Grupo de Ações Táticas da Polícia Militar (Gate) foram chamados e isolaram a área porque um dos artefatos não explodiu.

O que foi detonado não chegou a arrombar o caixa eletrônico, como explicou o tenente Marcelo Reco. “A bomba não chegou a abrir o caixa. Só danificou.”

Criminosos explodem caixa eletrônico na Zona Norte de SP

Reco disse que o caixa fica no estacionamento de um supermercado localizado na Rua Benjamin Pereira. Informou ainda que houve correria de clientes porque a loja estava aberta quando houve a explosão por volta de 21h30.

“As pessoas correram para dentro dos carros.” Apesar do tumulto, ele disse que ninguém ficou ferido. A assessoria da PM contou que foi acionada após uma ligação informando sobre a ação do trio, que fugiu a pé.

Outro caso

Na noite desta quarta (18), uma ação parecida ocorreu na Zona Leste. Criminosos explodiram um caixa eletrônico que funcionava dentro de um supermercado na Praça Valdemar Bassi, no Jardim Brasília, região de Cidade Líder.

Criminosos explodem caixa eletrônico na Zona Norte de SP

Segundo a polícia, quatro homens que estavam em duas motos foram vistos deixando o local após o estouro. O caixa ficou totalmente destruído e a polícia ainda não sabe o valor que foi levado pelos assaltantes. Ninguém foi preso.

Pouco antes, na mesma região, uma agência do banco Itaú que funciona na Avenida Líder teve as portas danificadas. Segundo a policia, a ação teve como objetivo desviar a atenção dos PMs para que os criminosos pudesse atacar o caixa eletrônico instalado no supermercado.

Polícia quer quebra de sigilo telefônico de jovem que sumiu na Rocinha

Polícia quer quebra de sigilo telefônico de jovem que sumiu na Rocinha – Polícia apura informação de que ela teria sido assassinada por traficantes.
Familia e amigos da jovem prestaram depoimento na Divisão de Homicídios.

A Divisão de Homicídios (DH) informou, na noite desta quinta-feira (19), que vai pedir à Justiça a quebra de sigilo telefônico da jovem de 20 anos que está desaparecida há 10 dias da comunidade Vila das Canoas, em São Conrado, na Zona Sul do Rio. Os agentes investigam se ela foi assassinada por traficantes da Favela da Rocinha, que fica próxima à comunidade.

Polícia quer quebra de sigilo telefônico de jovem que sumiu na Rocinha

Segundo a polícia, a estudante, que morava na Estrada das Canoas, saiu de casa no dia 9 de maio e não voltou mais. Uma amiga da jovem também teria sumido. No entanto, segundo o delegado Felipe Ettore, da DH, ninguém registrou o desaparecimento dela.

“Essa investigação foi encaminhada para a Divisão de Homicídios hoje (quinta-feira) e a partir dessa investigação vamos apurar o que aconteceu de fato”, disse o delegado Felipe Ettore.

Polícia quer quebra de sigilo telefônico de jovem que sumiu na Rocinha


Depoimentos

Além dos pais da jovem, amigos e outros parentes também prestaram depoimento na sede da Divisão de Homicídios, na Barra da Tijuca, também na Zona Oeste. Porém, o teor dos depoimentos não foi divulgado.

Na quarta-feira (18), uma missa em memória da jovem foi celebrada na Paróquia de São Conrado. O caso estava sendo apurado, inicialmente, pela 15ª DP (Gávea).

Projeto ‘Bahia Em Cena’ está selecionando espetáculo teatral

Projeto ‘Bahia Em Cena’ está selecionando espetáculo teatral – Inscrições acontecem até 18 de junho.
Evento acontece de 6 a 28 de agosto em oito espaços culturais da cidade.

O projeto Bahia Em Cena – Festival Baiano de Teatro está selecionando, até o dia 18 de junho, cinco espetáculos – quatro adultos e um infanto-juvenil – para integrar a mostra teatral do festival, que acontece de 6 a 28 de agosto, em oito espaços culturais de Salvador, a preços populares de R$10 (inteira) e R$5 (meia).

Projeto 'Bahia Em Cena' está selecionando espetáculo teatral

Além de integrar a mostra, os espetáculos escolhidos pela curadoria do projeto serão contemplados com um incentivo no valor de R$10 mil. Os professores e diretores de teatro Paulo Dourado e Deolindo Checcucci, e o curador artístico do Vivo EnCena, Expedito Araújo, integram a curadoria.

Podem participar do festival Bahia Em Cena espetáculos que tenham estreado na Bahia a partir de 2011, e que tenham realizado, no mínimo, uma temporada, com pelo menos 12 apresentações, na capital e no interior do estado.

A inscrição deve ser feita exclusivamente em pessoa física. Os interessados devem entrar no site do projeto, baixar o edital e a ficha de inscrição e enviar esse material, junto com os demais documentos solicitados para a caixa postal que consta no edital. O resultado será anunciado dia 4 de julho de 2011 através do site.

Projeto 'Bahia Em Cena' está selecionando espetáculo teatral

Além dos cinco espetáculos selecionados via Edital, outras três peças, convidadas pela curadoria do festival já estão confirmadas: Pólvora & Poesia, de Fernando Guerreiro, no Espaço Cultural da Barroquinha; O Melhor do Homem, de Djalma Thurler, no teatro Molière; e Sargento Getúlio, a partir da obra da obra de João Ubaldo Ribeiro, com direção de Gil Vicente Tavares, que ficará em cartaz no Cine e Cena Unijorge, no Shopping Itaigara.

Breves considerações sobre a microempresa no Direito Brasileiro – Introdução ao tema :

Até o final da primeira fase da revolução industrial inglesa ( 1760 a 1860 ) os pequenos negócios surgiam de forma espontânea, sem a necessidade de esforço social ou mesmo de incentivos estatais para a sua evolução.

Com o término da II Guerra Mundial, em 1946, houve um “boom” no desenvolvimento das micro e pequenas empresas com a absorção de toda a mão de obra oriunda da guerra pelo mercado.

Breves considerações sobre a microempresa no Direito Brasileiro

Mais recentemente, eventos como a crise do petróleo de 1973 e a queda do muro de Berlim em 1989, também contribuíram para o desenvolvimento do segmento.

Aquele foi o responsável pelo aumento do número de micro e pequenos negócios que, pela sua estrutura mais ágil e flexível, puderam se adaptar mais rapidamente às sérias transformações por que passava o mundo.

Este, foi um marco histórico para o firmamento de uma nova ordem econômica mundial, enterrando a antiga idéia de um mundo dividido em dois pólos e trazendo para as relações comerciais uma série de informações que antes somente foram utilizadas como estratégia política, como segredo de Estado que eram.

Com o advento da “Tecnologia da Informação”, num contexto de globalização econômica, surgiram novos segmentos empresariais, com novos produtos e serviços e, principalmente, uma nova dinâmica de organização e administração, com a modernização de equipamentos e processos. A informática e as telecomunicações passaram a ser vitais, flexibilizando as relações empresariais, trabalhistas e comerciais. O mundo dos negócios passou a ser altamente versátil e dinâmico, com a queda de barreiras burocráticas, inclusive internacionais, e a conseqüente aceleração e dinamização dos negócios.

Verdade é que as micro e pequenas empresa são fator de estabilidade social de qualquer País , pela sua capacidade de gerar empregos, distribuir renda e girar a economia. Inexistindo aquelas, é trazido para a sociedade um número considerável de pessoas que, ou atuam na informalidade ou se mantém desempregadas. No Brasil, isso, indubitavelmente, contribui para o agravamento dos sérios problemas sociais que o assolam.

Temos as micro e pequenas empresas, como um segmento dos mais importantes, baluarte da livre iniciativa e da democracia, responsável pela esmagadora maioria dos postos de trabalho e do total de empresas de qualquer país. No Brasil, esse segmento teve, e tem, importante papel como maior fonte de empregos, absorvendo a maior parte da mão de obra oriunda das demissões em massa de grandes empresas, assoladas pelo alto índice de desestatização, abertura econômica ( globalização ) e políticas governamentais recessivas.

Breves considerações sobre a microempresa no Direito Brasileiro

Esses empreendimentos se destacam, além de sua função social, pelo fato de se moldarem mais fácil e rapidamente a novas situações econômicas, absorver mais facilmente inovações tecnológicas (servindo até mesmo como laboratórios), estimular expoentes empreendedorísticos, criar empregos e promover desenvolvimento regionalizado, dentre uma série de outros potenciais. John Naisbitt, guru do mundo dos negócios, já vislumbrava bem o potencial desses empreendimentos quando dizia que ” As pequenas empresas terão mais chances de sucesso por serem mais ágeis que as grandes para se mover no mercado e fazer inovações”.

O número de micro e pequenos negócios, por tudo o que se disse acima, até serve de parâmetro para medição do desenvolvimento social e econômico dos países. É imperativo que haja um ambiente propício de crescimento para as micro e pequenas empresas, que envolva política tributária e creditícia, dentre outras. Há que ser adotada uma política de tratamento realmente eficaz e uniforme, que possa contemplar tanto as micro como as pequenas empresas.

Superpondo-se às mega-corporações empresariais, evidencia-se a tendência de fragmentação em empresas menores, mas com alto grau de autonomia e arrojo, fatores condicionantes para o êxito empresarial. È um novo padrão de desenvolvimento, permeado de peculiaridades legais, já que há um ambiente legal criado para o desenvolvimento desse micro e pequenos negócios.

Atualmente, a série de dificuldades que recai sobre a pequena e a microempresa no Brasil, observada cada dia de forma mais contundente, retrata uma realidade cada vez mais desestimulante para aqueles que vivem dos pequenos negócios.

Back to top